Prefácio e prólogo: entenda a diferença

prefácioprólogo
09/10/2023 22:43
3 min.
181
O universo literário está cheio de palavras próprias, como o prefácio e prólogo, dois conceitos semelhantes, mas com significados distintos. Veja mais com a Epublik!

O universo literário está cheio de palavras próprias, como o prefácio e prólogo, dois conceitos semelhantes, mas com significados distintos. Veja mais com a Epublik!

Ao escrever um livro, é fundamental compreender a distinção entre elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais, que, em essência, representam o começo, o desenvolvimento e o encerramento de uma obra literária.

Dois desses elementos literários, muitas vezes confundidos, são o prefácio e o prólogo, que são encontrados no início de muitos livros, mas desempenham papéis diferentes na apresentação da obra. 

Para auxiliar os escritores, a Epublik preparou um texto que explica a diferença entre esses componentes e quais os seus significados. Vamos lá? 


O que é prefácio?

Sabe aqueles textos introdutórios que, geralmente, são encontrados no início dos livros? Eles são chamados de prefácio – termo em latim, que significa “dito” (fatio) antes (prae)”. 

Neste elemento, o autor tem a oportunidade de apresentar ao leitor o tema central da obra. Isso pode incluir uma breve explicação sobre a história que está sendo contada ou os conceitos que serão abordados durante a leitura. 

É comum alguns escritores utilizarem o prefácio para falar sobre a época ou momento em que o livro foi escrito, destacando costumes e acontecimentos fundamentais. 


O que é prólogo? 

O prólogo, assim  como o prefácio, é encontrado no início de um livro. No entanto, esse formato é um recurso de texto utilizado sempre antes do primeiro capítulo de um livro. 

Normalmente, é utilizado como o relato prévio de uma obra, trazendo diferentes características, como, por exemplo, um elemento de suspense, que pode integrar o leitor antes da leitura. 

Além disso, esse formato pode ser escrito pelo autor da obra ou até mesmo por um convidado. 


Qual a diferença entre prefácio e prólogo?

Enquanto o prefácio fornece informações sobre o conteúdo e o contexto do livro, o prólogo introduz narrativamente a história que está prestes a se desenrolar, antes do primeiro capítulo da obra.  

Ambos são apresentados sempre antes da narrativa principal, mas têm finalidades diferentes. 


Pode inserir os dois elementos no mesmo livro? 

A resposta é: sim! 

É possível inserir tanto um prefácio quanto um prólogo em uma obra literária. Não existem limitações técnicas que impeçam o uso desses dois componentes pré-textuais. 

No entanto, é essencial que o autor tenha um objetivo claro ao utilizá-los. Adicioná-los sem um propósito definido, pode resultar em uma experiência de leitura menos satisfatória para o público.


Publique seu livro com a Epublik!

Você já considerou adicionar um prefácio e um prólogo às suas obras? Que tal fazer isso de forma prática usando a plataforma de autopublicação? Com a Epublik, você pode criar e gerenciar todo o seu conteúdo, do início ao fim. 

Siga estas etapas e compartilhe sua história com o mundo! 


Mais Lidos

13/07/2023 16:10
2080

Conheça seis escritores baianos atuais para se inspirar

10/10/2023 21:46
381

Cinco autores nacionais que marcaram a literatura infantil

13/07/2023 20:01
374

Como escrever um livro de ficção científica?

05/06/2023 19:31
341

Amor à primeira vista: dicas de como fazer a capa de livro ideal